Comunicado 01 – Parque Botânico

Campinas, 16 de setembro de 2020.

Circular informativa nº 01/2020.

Prezados Associados,

REF.: PARQUE BOTÂNICO AMADOR AGUIAR

O Conselho Diretor e o Comitê Executivo da Associação de Proprietários no Swiss Park – Associação Master, neste ato representados respectivamente por seu Presidente e seu Diretor-Presidente, atentos à comunicação do Empreendedor, datada de 08/09/2020 às 15h35, manifestando a intenção de devolver a administração do Parque Botânico ao Poder Público Municipal e considerando:

  1. Que o aludido Parque Botânico está em área contígua ao Swiss Park;
  2. Que temos a faculdade de realizar, de forma supletiva ao Poder Público, serviços de interesse da comunidade;
  3. Que o aludido Parque Botânico representa espaço de frequência e atividades de moradores no Complexo Swiss Park e, inclusive, por vezes de atividades sociais desta Associação Master;
  4. Que o aludido Parque Botânico implica na harmonia urbanística-arquitetônica do bairro;
  5. Que o evento devolução ao Poder Público já foi objeto de reflexões e deliberações anteriores do Conselho Diretor da Associação Master, via Conselheiros das Associações que compõem o Complexo e, inclusive, em assembleia ocorrida em dezembro de 2019, com a presença dos presidentes, vice-presidentes e secretários, bem como dos conselheiros fiscais das Associações que congregam o Complexo.

Informamos que no inicio do corrente ano de 2020 iniciamos tratativas que possam nos dar suporte para encaminhamentos de viabilidade ou não de assumirmos a administração do Parque Botânico, sendo que traçamos como premissas necessárias, dentre outras:

  1. Estudo e elaboração do Plano Diretor do Parque Botânico, inclusive projeto conceitual de arquitetura e engenharia;
  2. Estudo e elaboração do Plano de Manejo e Operação do Parque Botânico;
  3. Elaboração de Plano de Captação de Recursos e Modelagem Econômica;
  4. Estudo da Modelagem e Viabilidade Jurídica e elaboração das Minutas dos Termo de Colaboração ou Parceria junto à Prefeitura;
  5. Participação das negociações com o Poder Público local (Poder Legislativo e Poder Executivo de Campinas) e ou entidades relacionadas.

Cientes da complexidade e implicações de eventual assunção ou não da administração do Parque Botânico, que imprimirá um caráter de temporariedade por longo prazo ou ao menos por médio prazo, nossos objetivos enquanto Associação representativa das expectativas e anseios dos Associados e moradores são:

  • O levantamento de dados técnicos-científicos que nos possam dar suporte e segurança em decisões e encaminhamentos, dentre outros e sobretudo no tocante a aspectos ambientais, econômico-financeiros e jurídicos;
  • Implantar um modelo de gestão e operação no Parque Botânico para que este seja auto suficiente financeira e administrativamente;
  • Abrir diálogo com a comunidade, quer seja com os Associados e moradores acerca da viabilidade ou não de assumirmos a administração do Parque Botânico que, dependerá de aprovação pelos órgãos públicos competentes.

Até o presente momento, para realização dos objetivos elencados nos números 1 à 4 acima, vem se confirmando a complexidade do tema, tanto que após levantamentos, constatamos que para cumprirmos as premissas enumeradas (itens 1 à 4), que nos darão suporte para diálogo com a Comunidade envolvida, quer seja com V.Sas. Associados e moradores, implica um custo inicial na ordem de R$ 480.000,00 (quatrocentos e oitenta mil reais) e tem um prazo estimado na ordem de 180 (Cento e oitenta) dias, prazo este que poderá ser maior ou menor, dependendo, dentre outros, da evolução/involução da pandemia da COVID-19 e retorno à normalidade dos serviços dos variados órgãos públicos e particulares, tendo ainda como ingrediente que estamos
na iminência de troca na administração pública municipal, bem como no Poder Legislativo local. E mais 24 meses para colocar os itens de 1 a 4 em execução a um custo de R$20.000,00 / mês.

E nesta seara, salientamos que o item “5” acima por ora resta prejudicado, a uma porque não conseguimos avançar nas premissas dos números 1 à 4, pelas razões acima elencadas; a duas porque com o evento da pandemia da COVID-19 o diálogo com os órgãos públicos municipais restou e resta relativamente obstado.

Sem mais, no compromisso de mantê-los devidamente atualizados, nos colocamos à disposição para eventuais esclarecimentos!

Atenciosamente,

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS NO SWISS PARK – ASSOCIAÇÃO MASTER

Edmilson Wagner Gallinari
Presidente do Conselho Diretor
Marcelo Luiz Sangion Basso
Diretor-Presidente do Comitê Executivo

 

COMUNICADO 01 – PARQUE BOTÂNICO

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X